Cadastre-se abaixo e saia na frente. 

Você vai receber um conteúdo gratúito para correr com seguraça e eficiência.

E por falar em Copa.. Que tipo de jogador é você?

Equipe Fit Run      quarta-feira, 27 de junho de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

 

E por falar em Copa…

 

Então por que não aproveitar o clima diferente para fazer uma reflexão sobre a vida.

 

Sim, sobre a vida.

 

De maneira totalmente insuspeita e camuflada, o futebol desfila na nossa frente todas as tensões e alegrias da nossa vida e muitas vezes sequer nos damos conta disso.

 

Mesmo quem não é lá muito fã do esporte, poderá acompanhar o quero dizer.

 

Enquanto você está se preparando para assistir a partida, sentado e beliscando alguns petiscos, preste bem atenção no jogo se desenrolando na sua frente. Apenas no futebol. Deixe de lado o preconceito com esse esporte, caso você não se interesse muito por vinte e dois homens correndo atrás de uma bola durante noventa minutos.

 

O futebol pode dar muitas explicações sobre a vida e o seu caminho trilhado na corrida de rua, afinal, escolhemos a corrida de rua para fazer parte da nossa vida.

 

Independente do seu estágio atual, seja um iniciante, ou se você quer desempenho ou aumentar a sua distância alvo, a brincadeira que proponho a vocês todos pode provocar algumas reflexões inspiradoras ou provocantes, isso vai depender de você.

 

Então preste bem atenção ao jogo e faça esse exercício de imaginação:

 

E se o seu percurso na corrida de rua (pense em seu objetivo) fosse um jogo de futebol?

 

Quando entramos em campo, vestimos a camisa, fazemos planos, entramos com todo entusiasmo. Contudo, nem sempre temos a real dimensão das dificuldades que encontraremos na partida. Temos um esquema tático armado e algumas jogadas ensaiadas, mas elas nem sempre são tão eficientes quanto prevíamos. Afinal, futebol é uma caixinha de surpresa. Às vezes, a marcação cerrada nos impede de avançar em direção ao gol.

 

Vamos associar a corrida de rua?

 

A Marcação cerrada são os imprevistos do dia a dia, o trabalho, os estudos, a procrastinação, a preguiça que acabam deixando o gol cada vez mais distante e assim, a bola bate na trave ou nem mesmo conseguimos chutar.

 

O gol é a sua meta, era emagrecer, era melhorar o seu tempo de prova, era se manter ativo e ter mais saúde, era melhorar os hábitos alimentares ou aumentar a distância alvo.

 

Tenho certeza que todo mundo quer marcar o gol. Todo corredor de rua deseja melhorar.

 

 

Para comemorar o gol, precisamos de tática e de ação. Precisamos estipular estratégias para avançar.

 

Como vamos driblar o adversário (marcação cerrada)?  

 

A dura verdade é: sem trabalho duro, é mais difícil avançar até a grande área e marcar o gol.

 

Se o seu percurso na corrida de rua (seu objetivo) fosse um jogo de futebol, você sairia de campo aplaudido ou vaiado?

 

 

Você é aquele que deu o suor e não poupou energia para correr o jogo inteiro? Ou você é aquele que ficou parado na pequena área apenas esperando a bola cair no seu pé? Ou culpa o “adversário” para justificar a bola na trave?

 

Que tipo de jogador você é?

 

Se sentiu inspirado ou provocado?

 
 

 

BORA SUAR A CAMISA? CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO!