Cadastre-se abaixo e saia na frente. 

Você vai receber um conteúdo gratúito para correr com seguraça e eficiência.

Alimentação Sustentável: benefícios para você e o planeta.

Equipe Fit Run      segunda-feira, 9 de abril de 2018

Compartilhe esta página com seus amigos

 

Alimentação Sustentável: benefícios para você e o planeta.

 

Você já parou para pensar no impacto que a nossa alimentação é capaz de causar no meio ambiente e na sua saúde?

 

O objetivo deste texto é mostrar como é possível poupar o meio meio ambiente e ganhar saúde.

 

Praticar uma alimentação sustentável significa que a produção, escolha e preparo dos alimentos serão feitos de forma a equilibrar os recursos naturais, agradar o paladar e beneficiar a sua saúde.

 

Existem algumas formas de colocar em prática essa atitude.

 

Atentar para a origem dos alimentos e sua forma de produção é um dos primeiros passos para se alimentar sem prejudicar a sua saúde e a do meio ambiente. Isso pressupõe:

 

- Comprar alimentos com menos embalagens e sem conservantes.

- Dispensar as comidas para viagem que são cheias de sacolas, saquinhos e guardanapos.

- Ao ir a feira ou suermercado, sempre leve uma bolsa (ecobag) e evite sacolas plásticas.

 

Você pode achar que não causa impacto no ambiente por não estar envolvido no processo de produção diretamente, mas o consumo de alimentos pouco sustentáveis, e a manutenção da demanda desses produtos, é uma forma de fazê-lo. Sendo assim, é possível utilizar o seu bolso para buscar melhores opções para sua saúde e incentivar mudanças na cadeia de produção.

 

Abaixo, mostramos algumas dicas de mudanças que você pode fazer para ter uma alimentação sustentável!

 

1 - ORGANIZAÇÃO

 

Evite o desperdício. Alimentos são desperdiçados de várias formas: pela produção em excesso, ao caírem dos caminhões durante o transporte, ficando em estoque são alguns exemplos… Entretanto, boa parte do desperdício ocorre exatamente onde o alimento deveria ser aproveitado: na cozinha. Para começar, é importante deixar geladeira e dispensa bem organizadas, para não comprar coisas demais na hora de ir ao supermercado ou feira. Com isso, o desperdício de alimentos e de energia também tende a diminuir em casa.

 

2 - ORGÂNICOS

 

A alimentação orgânica cresceu muito nos últimos anos graças à difusão sobre seus benefícios.

 

Da diminuição da exposição aos pesticidas utilizados no cultivo de frutas e verduras, aos hormônios ingeridos por animais de criação, como galinhas, exigir alimentos orgânicos, mesmo que a mudança não seja 100%, é muito benéfico para o ser humano. Além dos alimentos serem mais saudáveis, também tendem   a ser mais saborosos, pois têm tempos para se desenvolverem.

 

Abaixo, você verá im link com a lista dos alimentos com o maior uso de pesticidas.

 

3 - CONSUMIR MENOS CARNE, PRINCIPALMENTE A VERMELHA

 

A criação de bovinos é um dos maiores responsáveis pelo efeito estufa, tanto pela emissão de metano pelo animal quanto pela emissão de CO2 devido às queimadas para desmatar áreas para criação do gado. A produção de carne ainda demanda uma quantidade enorme de água! Segundo o site waterfootprint.org para produzir 1kg de carne vermelha, gasta-se cerca de 15.400 litros de água!


 

4 - CONSUMIR OS ALIMENTOS DA SAFRA

 

Consumir alimentos na época certa favorece o meio ambiente e tem outras vantagens: na safra, os alimentos são mais nutritivos, mais saborosos e custam menos!

 

Clicando AQUI, você verá a lista dos alimentos com o maior uso de pesticidas e AQUI, os que possuem o menor índice de contaminação.

 

Espero que tenha gostado!

 

Nosso objetivo é contribuir para um mundo mais saudável, onde prevaleça a prevenção e manutenção da saúde. Acreditamos que comer bem é viver bem, sem deixar de lado a harmonia do planeta.

 
Se você gostou, compartilhe. Quanto mais pessoas a gente puder impactar com informações educativas, melhor! 
 

VEJA TAMBÉM

 

7 benefícios da corrida de rua para sua vida

Você está insatisfeito com a sua condição física atual? Está acima do peso? Está sem disposição? A corrida de rua pode ser uma solução.

Não cometa o mesmo erro do ano passado!

Quanto MAIS eu correr, melhor?

 

 

Referências:

DILEMAS AMBIENTAIS E FRONTEIRAS DO CONHECIMENTO - Alimentação e sustentabilidade - Estud. av. vol.31 no.89 São Paulo Jan./Apr. 2017

O encontro entre o desenvolvimento rural sustentável e a promoção da saúde no Guia Alimentar para a População Brasileira - Saúde Soc. São Paulo, v.25, n.4, p.1108-1121, 2016

CELKA, M. Carne, consumo ou abolição: incompatibilidades nas relações com a carne. In: PRADO, SD., et al. orgs. Estudos socioculturais em alimentação e saúde: saberes em rede. [online]. Rio de Janeiro: EDUERJ, 2016. Sabor metrópole series, vol. 5, pp. 183-195.

Comentários